fotografia// Carol Barboza, Just Carol
Autora de 18 livros para adolescentes, Thalita Rebouças também conquista mães e avós com muita disposição e entusiasmo. No início de sua carreira, jamais imaginava atingir as diferentes gerações. “Eu só queria fazer rir e me divertir. Fazer o que eu amo”, diz. Em seu título mais recente, aborda a fama instantânea e efêmera entre um grupo de amigos músicos.
Bate papo com Thalita Rebouças*
Apesar de seus livros pertencerem ao setor infantil juvenil, várias mães te acompanham. Às vezes três gerações vêm te ver. Como é isso?
Eu acho o máximo! Às vezes eu acho que tem mãe que gosta mais de mim do que a filha, que vem pra me ver mais do que a filha. Quando eu comecei a escrever eu nunca achei que fosse tanta gente ler e gostar. Uma mãe agora falou que puxou vários assuntos delicados com as filhas a partir dos meus livros, que eu ajudei muito no relacionamento delas e ouvir isso é lindo e eu ouço isso há quinze anos. É uma coisa que se repete e eu fico sempre mega emocionada.
Mas você escreve para a família ou pensa em um público segmentado?
Eu gosto de pensar no adolescente. Esse, o 360 [dias de sucesso], eu pensei no meu leitor que está com 15 e 16 [anos], que está crescendo e que continua gostando de ler os meus livros. Então eu fiz ele para uma galera um pouquinho mais velha, mas os novinhos estão gostando também. Se o pai vai gostar são outros quinhentos, porque eu sempre fiz assim desde o começo. Eu quero que todo mundo goste, mas o foco é o adolescente.
E qual é o perfil desse adolescente que você escreve?
Ele tem entre 12 e 15 [anos], na minha cabeça. Ele gosta de rir, de se divertir, lê o meu livro para ter um momento de alegria, de leveza. Então eu acho que é um adolescente leve.
Você trata, nos seus livros, de temas como ídolos, popularidade e sucesso. Aproveitando o assunto desse lançamento, o que é sucesso para você?
Ah, é você fazer o que ama e viver disso. Eu acho que ter sucesso é isso. Independente da carreira que você escolher. Fazer o que ama, ser remunerado por isso e conseguir pagar as suas contas vivendo com isso. Isso é sucesso//♥
(*) Esta entrevista é um trecho da matéria Lançamento de autora juvenil reúne dezenas de adolescentes em Campinas (escrita por mim), publicada originalmente no portal Digitais da universidade PUC-Campinas. Acompanhe a íntegra. 


Vocês conhecem o trabalho da autora? Já tinham ouvido falar do livro ‘360 dias de sucesso’?
A melhor medida é o que vocês fizeram com seu tempo, como escolheram passar os dias e quem cativaram. Para mim, essa é a melhor medida do sucesso. (R. J. Palacio, trecho do livro ‘Extraordinário’, página 302)