Iara Battoni abre a janela de seu quarto, e acrescenta sabor e arte à movimentada Avenida de Amparo
Quem passa pela avenida do centro de Amparo, cidade do interior de São Paulo, logo avista: uma janela colorida e simpática, de cara para a rua. ‘Aqui tem doce!’, uma plaquinha cor-de-rosa avisa. E, entre quadros de brigadeiro e cupcakes, a artista plástica de 27 anos Iara Battoni vende doces e arranca sorrisos e olhares curiosos. 
O nome, ‘namoradeira’, se refere às esculturas tradicionais mineiras que ficam nas janelas. ‘A janela da namoradeira’ era, no início, ‘O chocolate da namoradeira’, que inaugurou provisoriamente durante o festival de inverno de Amparo em julho de 2012. Com o evento rolando e, em três dias, Iara Battoni preparou uma decoração e abriu a janela de seu próprio quarto para as pessoas que ali passavam com destino ao festival. O intuito era vender chocolate quente durante as próximas semanas do evento. Terminado o festival, Iara fechou a janela. Com o apoio da família e de alguns fregueses, tornou a abri-la em agosto do mesmo ano. O cardápio expandiu, e as palhas italianas se tornaram um dos carros chefes da marca. Conforme os clientes pediam, Iara incluía novos doces. ‘É um jogo de cintura’, explica. Hoje, o menu conta com uma variedade de doces fixos, mas está sempre em expansão – como os sabores de cupcakes que, a cada mês, ganham uma novidade (o deste mês é limão siciliano com framboesa e raspas de chocolate branco).
Os quadros que decoram a janela é uma arte à parte: além da produção de doces, Iara também cuida do processo criativo da marca: muda a decoração da janela e do cardápio conforme a época, estação ou celebração. Em telas brancas, a jovem de 27 anos colore cupcakes, chocolate gelado, brigadeiro, palha italiana, pão de mel e strogonoff de nozes em cores delicadas. A arte não é um acaso: Iara juntou seu talento profissional e vocacional para trazer sorrisos e sabores a quem a visita. ‘Você tem que unir tudo o que você aprendeu e colocar isso a seu favor. Eu uni tudo, assim. Eu uni tudo o que eu aprendi’, afirma.
Iara teve contato com doces desde os doze anos – época em que começou a ajudar sua mãe a fazer chocolate, atividade que a ocupou até os vinte. Depois disso, engrenou na vida universitária: estudou técnico em moda em Campinas e, em seguida, Artes com Habilitação em Indumentária e Figurino no Rio de Janeiro. Em quatro anos, a artista e empreendedora trabalhou como assistente de adereço, figurinista em teatros, espetáculos de dança, e ainda teve a oportunidade de trabalhar com doces cenográficos. No último ano da faculdade, conta que estudou formação empreendedora e logo se identificou com a disciplina: sempre quis ter seu negócio próprio. 
Depois de quatro anos trabalhando em sua área, Iara desanimou. De volta à cidade natal e desempregada, mudou a decoração do quarto (que tinha a tal janela para uma avenida movimentada de Amparo) e então tudo começou. Já que não tinha muita privacidade em seu quarto, resolveu abrir o tão sonhado negócio com as ferramentas que possuía: criatividade e persistência (com um toque bem doce!). ‘Basta querer mesmo. É a persistência. Nada é fácil’, diz. Todo o conhecimento, as habilidades e as experiências adquiridas no curso, nas atividades com a sua mãe e no período em que morou no Rio de Janeiro foram fundamentais para que Iara unisse tudo para o negócio engrenar. ‘Dá muito trabalho. Se você não pensa, o negócio não vai. Não pode parar’, explica.
Hoje, a página do facebook de A janela da namoradeira conta com mais de 6 mil seguidores e Iara já foi protagonista de entrevistas para o jornal A Tribuna de Amparo/SP, o site de notícias Catraca Livre, o Mulher de negócio, a Época negócios e uma série de páginas na internet (que contribuíram ainda mais para a divulgação e o sucesso). Já no fim da entrevista, quando pergunto o que ela aprendeu com toda a experiência, Iara pensa uns segundos, e responde com simplicidade e sorriso no rosto: ‘Eu não sabia que era capaz de tudo isso’. 
♥♥♥
A janela fica aberta de quinta a domingo, das 15:00 às 19:00.
Texto e fotografia: Carolina Barboza/ Just Carol
A janela da Namoradeira: doceria criativa — Por uma janela mais e mais colorida e doce
Av. Bernardino de Campos, 304 – Centro. Amparo/SP
19 3938-4746 / 19 99251-1902
Vocês já conheciam a história da Iara? O que acharam de ‘A janela da namoradeira’?
— Oh — sussurrei, e deixei entrar outra lufada daquele ar —, quase posso sentir o sabor da doçura! (Margo Lanagan, trecho do livro ‘Zumbis x Unicórnios’, página 130)