present(aquela mania de criança de segurar bem forte tudo o que você não quer que escape)

 

 

Quando pequeno, você aprende que tem que dividir seus brinquedos com o amiguinho (o que é muito importante, mesmo). Mas minha mãe me ensinou um negócio sobre posse que é igualmente (senão mais) genial. E esse talvez seja um dos ensinamentos mais fortes que ela tenha passado a mim, e que eu nunca vou esquecer.
Minha mãe sempre me lembrou que há um grupo de coisas – relacionadas a talento, vocação e habilidade pessoal – que não NOSSAS. A gente pode sim (e deve), dividir, mas essas coisas nunca saem da gente. E ninguém pode nos tirar.
Por exemplo: cantar, cuidar de pessoas, atuar, escrever, cozinhar, dançar, calcular, construir… Então, independente de inveja, dificuldade e desafio, minha mãe me ensinou a proteger e usar essas coisas que são MINHAS, e não podem sair de mim. E sempre que eu me sinto insegura, desmotivada e triste, ela me lembra que POSSE tem a ver com essência, fidelidade e proteção.
Assim fica mais fácil lembrar de reativar / resgatar o que sempre esteve aqui e o que – definitivamente – é meu.

 

Você já parou para pensar nas suas {verdadeiras} posses?! Não desista de descobrir e lutar por essas coisinhas. Elas são valiosas {e são SUAS}.